quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Mundo cão

Quero descobrir a razão,
Da razão da falsidade...
Porque permites tu, mundo cão,
Que exista tanta maldade?

A vida anda num vai-vem,
Momentos de paz outros de guerra...
Há sempre, tristemente, alguém,
Que nos magoa e nos aterra!

Olhamos, não vemos a pobreza,
Gente que sofre, profunda tristeza,
Somos indiferentes à realidade,

Nesta desigualdade, entre humanos
Somos verdadeiros profanos...
Mas poderosos... em ridícula vaidade!


J.C.Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário