sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Voltarei


Voarei nas asas do meu desejo,
Retornarei aonde fui feliz
Absorverei, prazeres sentidos
Momentos vividos,
Paixões tornadas ilusões;
Degustarei paladares esquecidos,
Amores perdidos;
Voltarei a sentir a ternura
Das noites de luar;
Dos pensamentos que voavam
E se perdiam nas consciências
Dos inconscientes,
Da minha juventude inocente,
Mas cheia de esperança;
Quero voltar
A ser acariciado pelas ondas
De um mar
Que um dia foi meu;
Aquecer-me-ei com o sol
Da minha felicidade;
Quero olhar, quem me olhava
Com paixão e amor;
Que os cheiros
Voltem a ser aspirados
Com a mesma avidez de antes;
Apanharei as folhas secas
Dos meus sonhos
E gritarei ao mundo
Que afinal estou vivo
E feliz.

J.C.Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário