sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Emoções soltas

 
Quando vens com esse olhar cálido,
Numa volúpia atitude de entrega,
E te encostas a mim,
Despertas-me os sentidos,
Libertas-me as emoções,
Acordas-me o desejo,
Soltas-me os pensamentos que voam,
Numa devassa vontade de luxúria,
E loucura em querer subjugar-te,
Ao mesmo tempo tornar-me teu servo,
Do prazer, da entrega de irracionais paixões,
Quando beijamos, atingimos o inimaginável,
Que descontrola por completo,
A nossa razão e serenidade,
E transporta-nos a um outro mundo excitante,
Sentir em meus braços o teu corpo,
Fervendo numa ânsia imperiosa,
Que nos leva a esquecer tudo.

Libertemo-nos deste pecado
De não deixarmos de nos amarmos!

J.C.Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário