sexta-feira, 25 de março de 2011

Como eu gostaria de ser poeta




Eu gostaria de ser poeta…
Mas como, se as palavras
Não me obedecem ao pensamento?
Se sinto alguma emoção,
As palavras falam de sentimento!
- Como eu gostaria de ser poeta…
Mas se eu penso no amor,
As palavras falam de ilusão.
Trocam-me as ideias e as vontades,
As palavras
- Como eu gostaria de ser poeta…
Mas a minha luta com as palavras,
É titânica.
Quero algo que fale de ti,
As palavras recusam-se,
E falam de mim.
Se quero dizer às palavras
Que quem manda sou eu,
As palavras negam-se a escrever,
O que eu ordenei.
Será que as palavras,
Não se enamoram de mim,
Porque acham que eu nunca serei poeta?
Vou desistir de lutar com as palavras
E deixarei de pensar em sê-lo.
- Ah, como eu gostaria de ser poeta….

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário