sexta-feira, 11 de março de 2011

Desnudo os ventos




Atravesso os silêncios da tua ausência,
Alcanço o vazio por ti deixado,
Desvendarei o mistério da tua partida.
Desnudo os ventos que te levaram,
Rasgo os caminhos por onde passaste,
Afasto as nuvens que te escondem,
Farei o sol mais luminoso para te encontrar.
Dar-te-ei o arco-íris com as cores que quiseres,
Destruiremos os obstáculos que se atravessam,
No caminho das nossas ilusões e sonhos.
Ignoraremos os vendavais de mentiras,
Que te levaram à fuga de ti mesma.
Não conseguirás ir mais além, porque tu,
Estás em mim.
Tu és a luz de cada dia, dos nossos instantes.
Tu e eu, somos um só.
Nossos corações batem em uníssono.
O teu respirar é o meu ar….
Eu sou o calor que te faz vibrar
Jamais te ausentarás.
Sem mim, não existes
Eu sem ti, sou nada!

José Carlos Moutinho

1 comentário:

  1. Poeta

    Sempre que passo, encontro um belo momento de poesia,como este que acabei de disfritar.

    Um abraço
    Sonhadora

    ResponderEliminar