sexta-feira, 11 de março de 2011

Inventar sorrisos




Belos sorrisos, eu invento
Em tristes rostos que passam,
Que acabe de vez o sofrimento,
Nas melodias que as aves façam.

Alegrar algum coração triste.
É missão possível da humanidade,
O amor é abundante e até existe,
Porquê tanta crueldade?

Vamos enfrentar tempestades
E acabemos com a tristeza,
Bastam algumas verdades,
E usar-se sempre a franqueza,

A lua que nos ilumina, bela,
Indica-nos o caminho da beleza,
Olhemos com carinho para ela,
E a alegria virá com certeza.

Versejar com optimismo e paixão,
Pode encantar almas amarguradas,
Basta um simples toque ao coração,
E as coisas serão mais encantadas.

José Carlos Moutinho



Sem comentários:

Enviar um comentário