Diversas

quinta-feira, 17 de março de 2011

Pensando em ti




Apareceste assim, num ápice,
Na envolvência de uma confusão.
Ao ver-te pela vez primeira,
Não tive dúvida da paixão,
Que comandaria o meu ser.
Eras arrogante, altiva,
Mas teu jeito me encantava,
A tua personalidade me deslumbrava,
Aos poucos moldei a tua maneira de ser,
Porque o amor era premente,
A tua imagem estava sempre presente.
Fui-te conquistando, pois eu era sincero,
Meu carinho por ti, era frequente,
Respondia às tuas palavras ásperas
Com a delicadeza de quem ama.
Foste aos poucos te entregando,
Porque estavas submissa ao meu amor,
A tua entrega era de mulher apaixonada
E eu deixei-me envolver totalmente,
Numa simbiose de ilusão e emoção.
Para que tudo fosse mais envolvente,
Teriam, nossos corpos que se unirem
Num frémito de loucura,
E perdermos a razão, num amplexo longo.
Mas afinal…
Tudo não passou de um sonho acordado
E tu não existes.


José Carlos Moutinho


Sem comentários:

Enviar um comentário