sábado, 18 de junho de 2011

O nosso amor de agora




Os teus cabelos grisalhos
Deslizam entre os meus dedos,
Num prazer sem palavras,
Abraçado a um silêncio de êxtase,
Partilhado por este momento único
De inolvidável sensação!
Emoções exaltadas, que se soltam
Numa serenidade de inventado sonho;
As nossas carícias parceiras de longos anos,
Fazem-nos recuar ao mundo das ilusões,
No tempo em que as horas eram minutos;
E em que os dias corriam velozes,
Galopantes, deixando-nos em aflição;
Escoava-se a jovialidade, a loucura irreflectida
Da paixão efervescente, como vulcão,
Do fogo que nos exacerbava o desejo;
Dos beijos sufocantes, intermináveis
E os bailes, em que nos tornávamos um só corpo,
Em total deleite e perda da noção do tempo!
Agora, são momentos de acalmia,
Vivemos o nosso amor de outro modo,
Restando-nos a deliciosa saudade.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário