domingo, 7 de agosto de 2011

O nosso Universo




O sol, ainda meio adormecido,
Vai despertando na magnitude da aurora,
Os seus raios,
Formam em ti um riacho de luz,
Tornando-te uma estrela resplandecente,
Na tua pele madrepérola!
O sol desperta enfim,
No teu sorriso esplendoroso
E qual tela de Monet,
És uma princesa, envolta por flores
Num jardim do Éden!
Os teus braços esbeltos,
Demonstram a ternura no teu abraço;
Mergulho na doçura dos teus olhos,
Entrego-me ao calor do teu peito,
Delicio-me na carícia das polpas dos teus dedos,
Que inventam vales e montanhas,
No meu corpo que estremece a cada toque!
A minha visão tolda-se no êxtase do sentir;
Em nosso redor, nada existe;
Só nós e o sol, nosso Universo!

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário