Diversas

terça-feira, 11 de outubro de 2011

O Outono vai bordando...




O Outono arrasta-se acalorado, fora de época
O estio ainda não o abandonou;
Porém, na sua pose romântica,
O Outono vai bordando belos tapetes
Com as folhas matizadas,
Que esmorecidas pelo tempo,
Vão esvoaçando, tais mariposas
E se aninham aos pés das árvores;
É a paisagem colorida que nos deslumbra
Bucolicamente na sua quietude
E nos acaricia a alma,
Que voa por céus
De caminhos inventados!
Pousam os nossos pensamentos,
Em ramos desnudados,
Feitos braços do amor,
Que nos afagam os sentidos!
O Outono tem a tranquilidade
Da mutação da temperatura atmosférica,
Que nos faz sonhar
E nos prepara para uma estação
Que virá, quiçá tormentosa,
Fria de invernais emoções,
Em que os dias tristes e cinzentos,
São os seus fiéis companheiros,
Retirando o sol ainda vigoroso
Do Outono, que lentamente
Vai desfalecendo nos dias,
Que se esvaem nos anos.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário