Diversas

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Imaginando-te




Deixo-me mergulhar no imenso lago dos teus olhos,
Navego no verde da tua íris
E como se flutuasse, levo-me no encanto
De um sentir que me penetra os sentidos;
Fascino-me num torpor lascivo,
Ao imaginar a volúpia do meu beijo
Nos teus lábios vermelho carmim
E na emoção do toque da minha língua,
Na tua boca, feita ânsia
Do meu desejo!
Perco-me na imaginação e da perda da razão,
Num deslumbramento desatinado,
Que se acentua no brilho do teu sorriso,
Como sol do meu querer!
Viajo pela sensualidade do teu corpo,
Elegante, perfeito, de musa inventada;
Deslizo-me pelas dunas
Que te envolvem as curvas
E entrego-me à mansidão,
Dos meus braços que te enlaçam
E das minhas pernas que te prendem;
Somos um só corpo,
Numa anatomia coreográfica,
De total prostração,
De absoluta entrega de prazer e paixão.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário