Diversas

quarta-feira, 7 de março de 2012

Memória




Levo-me por vales de fantasia,
Nas recordações vividas,
Que a memória se recusa a esquecer!

Viajo no caudal do rio,
Que me escuta as mágoas sentidas
E me abraça no murmurar das suas águas!

Agarro-me com a força da minha saudade,
Às flores das margens da minha memória
E deixo-me inebriar no perfume,
Das emoções de outrora,
Sentidas nos instantes presentes!

Sossego-me neste divagar,
Pela beleza que existiu no luar que me pensava,
Nas longas noites de solidão
E que a minha memória mantém forte,
No calor deste sol, que agora me acolhe,
Na tranquilidade de um tempo maduro!

E aquieto-me neste recordar
De sentimentos vadios,
Afagados pela saudade, sem melancolia
Mas acarinhados
Pela nostalgia da minha memória.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário