Diversas

terça-feira, 12 de junho de 2012

No silêncio do meu sentir








Murmuravam-me as mariposas, em sorrisos de flores,

Nesta tarde que me acolhe mansamente;
Dizem-me palavras que o vento lhes soprou,
Na estrada perdida da tua ausência,
Falam de abraços que se perderam,
Nos instantes de intranquilidade,
Que o tempo não conseguiu esquecer
E dos beijos reprimidos na ânsia de os receber!

Nesta acalmia dos meus pensamentos
E no silêncio do meu sentir,
Deixo-me levar em voos de alvas nuvens,
Sobrevoando planícies de sensações,
Na avidez do nosso encontro
E quando isso acontecer,
O abraço perdido,
Tornar-se-á alvorada do nosso querer,
No navegar por mares de paixão
E encontrará o nosso porto,
Nas areias das nossas ilusões,
Acariciados pela espuma das ondas

José Carlos Moutinho

1 comentário: