Diversas

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Instantes perdidos




Sento-me nas escadas das minhas recordações,
penso...
Deixo-me levar por caminhos de enlevo,
às carícias das tuas mãos,
que me deixavam em êxtase,
em tempos, que o tempo levou,
mas que aqui, na escadas das lembranças,
a imagem em forma de saudade não apagou!

Sabes, garota...
Sinto falta do teu murmurar palavras singelas,
que se enriqueciam no baú do meu coração
e que a minha alma
guardiã do seu sentido profundo,
as acolhia com o carinho
que elas me transmitiam!

Ah...Instantes que se perderam,
na ausência da entrega dos corpos
onde os sentimentos se libertassem!
Esta vida nas suas voltas,
alheias à nossa vontade,
contraria os nossos desejos
e nos levam a saudades,
onde a melancolia nos invade,
a nostalgia nos domina
e o retrocesso só é possível,
nas miragens da mente entorpecida.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário