Diversas

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Outrora




Esta ausência que se faz distância, nos anos que se escoam
Neste tempo de saudades e nostalgias,
Faz-me pensar o presente,
Que tão rapidamente se perde,
Fundido no futuro que chega veloz!
Tento esquecer tudo o que ficou para lá da memória,
Os sonhos que abraçaram quimeras
E as ilusões beijadas pelas utopias,
Mas esta, teima em relembrar o passado
E trazer instantes de encantamento,
Que nas noites de luar nos embalavam,
Nos braços da amada!
Esses mesmos braços
Que certamente abraçaram outro ou outros,
Nos descaminhos desta vida!
E aqui fico eu, pensativo,
No desassossego da minha mente
Pelo que deixei de fazer ou ser,
Por ter perdido o imperdível
E na impossibilidade de refazer o passado
E modificar o advir!
Aceito-me derrotado no sentir da minha alma,
Pela escuridão que me toldou a vontade,
De outrora...

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário