sábado, 7 de julho de 2012

Sorriso de uma musa




Nas tardes quentes da minha melancolia,
debruço-me sobre os meus pensamentos!
Faço de mim, asas de sonhos
e vagueio por céus desconhecidos
em busca do que a minha alma pede
mas que não me sabe transmitir!
E assim, voando,
perdido entre utopias e quimeras,
queimam-se as penas das minhas asas,
pelo sol que me abrasa os sentidos
e mergulho nas águas geladas da frustração;
Sufoco no desejo de absorver ilusões
submerjo no desatino da minha razão,
debato-me em aflitivas braçadas de desejo
de que a salvação surja, no sorriso de alguma sereia!
Num tormentoso navegar de esperança
e embrulhado nas ondas brancas e agitadas,
alcanço as areias douradas da praia,
onde o sorriso de uma musa me espera.

José Carlos Moutinho

1 comentário: