sexta-feira, 8 de março de 2013

Simplesmente, mulher





Mulher ser tão especial,
plena de sensualidade
e profunda sensibilidade!
Mulher de contrastes
e de mente tão incompreensível,
mulher de paixão, de loucura inimaginável
do amor e dos desvarios!
Mulher que trai, que ama, que idolatra,
fêmea de desejos incontidos,
do sorriso que fascina,
do abraço que cativa,
e da entrega que leva ao clímax!
Mulher mãe, que sofre,
que amamenta, que cria
que luta até à exaustão pelas suas crias!
Mulher de sacrifícios e realidades
de doce caminhar de cabelos ao vento,
em sublime encanto!
És fêmea que transforma a rude atitude do macho,
na delicadeza da tua submissa carícia!
Ah...Mulher de tamanha beleza física,
que esconde tanta maldade;
E tanta bondade em coração
de mulher menos bela,
estranho paradoxo de beleza
exterior em discordância com a interior!
Mas tu, mulher, tens a força
do domínio sobre os homens,
no teu simples jeito de seres mulher,
tanto prostras a teus pés senhores poderosos
como podes ser escrava do homem mais simples,
porque és acima de tudo,
Amor!

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário