domingo, 5 de maio de 2013

Mãe, querida mãe





Mãe, minha querida mãe
sorrio-me na memória de ti
dos teus olhos meigos
e sorriso triste,
Rosto de rugas cansadas,
corpo vestido de preto
em luto eterno de uma vida viúva
sofrida pelas dificuldades parceiras
do viver em duro caminhar!

Ah...minha querida mãe,
As saudades apertam-se-me no coração
acentuadas pelos anos que correm velozes,
Recordo a tua figura linda e dócil
acarinhada por gente amiga
que te abraçava e respeitava
pela tua dignidade e postura de pai e mãe,
Tantas vezes suprimiste o pão da tua boca
para que o teu filho fosse alimentado!

Mãe, minha saudosa mãe,
escasseavam-te os abraços
compensados em calados carinhos
Davas a tua vida pelo teu filho
com o teu amor discreto
pela timidez do teu sentir silencioso!

Vamos encontrar-nos minha mãe
minha velhota doce e querida,
Quero dar-te e receber os abraços e afagos
escusados nesta vida terrena!

Até um dia minha mãe,
guarda-me no paraíso
um lugar pertinho de ti.

José Carlos Moutinho


1 comentário:


  1. Lindas palavras, em homenagem a todas as Mães!
    Pela minha parte, um obrigado!!!
    Com amizade... Célia Sousa.

    ResponderEliminar