segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Falésia dos anseios



Sentado na falésia dos meus anseios,
vislumbro na linha do horizonte
da minha saudade,
o brilho dos seus olhos,
sorrindo-me feiticeira,
navega suavemente
na crista de uma onda
ao meu encontro,
envolta pela fragrância da maresia,
iluminada pelos raios solares,
fascinante como sereia encantada,
de coração solto
e alma apaixonada,
pelo desejo de fundirmos o nosso sentir
num amplexo perene!

Desço do alto da falésia da minha ilusão
para a praia da felicidade,
aguardo-a em êxtase
nas areias molhadas,
que se farão lava incandescente
pelo fogo da nossa paixão,
no consumar dos nossos desejos!

Nossos corpos desnudados,
são beijados pela espuma alva
e pelo murmurar das ondas
que rolam em nós melodias de amor,
levam-nos em volúpia
pelo néctar excitante
dos beijos que nos deliciam,
na ternura da entrega total.

 José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário