sábado, 19 de outubro de 2013

Parar o tempo



Se pudéssemos parar o tempo,
Talvez conseguíssemos, do nosso escasso tempo,
Obter muito mais tempo,
Para apreciarmos as belezas que nos rodeiam!
Se parássemos por breves instantes,
Mesmo que fossem breves, esses instantes,
E pensássemos que este louco tempo
Que nos arrasta celeremente
Para um final de estrada, sem retorno,
Sem dúvida, que teríamos mais tempo
Para construirmos no nosso tempo
Mais momentos de alegria e felicidade!

Com o tempo parado, por breves instantes,
Poderíamos pensar na nossa brevidade terrena,
E tornarmos o tempo da nossa vida
Num jardim de harmonia,
Ornamentado com flores de solidariedade,
Cujas pétalas coloridas de amizade,
Esvoaçassem por caminhos de amor!

Acredito que o curto tempo
Que nos perturba e transtorna no dia-a-dia,
Se tornaria mais risonho, mais iluminado,
E o tempo que nos foge a cada minuto,
Tornar-se-ia mais romântico
Na nossa passagem por este planeta.

 José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário