domingo, 3 de novembro de 2013

Sonhando utopias





Gostaria de ser poeta e criar ilusões
Em corações deprimidos pela desesperança,
Inventaria poemas e encantadas canções
E faria da tempestade da vida, Bonança

Há dias que não estamos tão bem,
Mas a vida continua, sem parar,
Por isso é sempre bom ter alguém,
Que nos abrace e incentive a continuar                 

Hoje quero voar sobre vales de ilusão,
Levo comigo todos os meus amigos,
Iremos de coração ao alto e com emoção,
Soltaremos todos os nossos ais reprimidos

As libélulas voam sobre nenúfares em flor,
Nós sobre escombros da vida, podemos pular,
Façamos deste mundo uma tela multicolor,
E sigamos por esta estrada sempre a cantar

Hoje apetece-me ser levado nas asas da utopia,
Viajar sobre rios e vales de quimeras floridas,
Aspirar o perfume dos campos, em sintonia,
Com alegria, paixão e felicidade incontidas

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário