sábado, 13 de setembro de 2014

Reflexão





Das profundezas da terra
brota a força que transforma o mundo,
das alturas do firmamento
sopram os ventos da vida…

Dos chãos da nossa existência
fazemos estradas para o imaginário,
o sol alegra-nos nos dias cinzentos
e aquece-nos no frio da solidão,
o luar aconchega-nos a alma
no leito da sua luz
afagando-nos com seu manto,
as estrelas cintilam na escuridão
guiando-nos nos naufrágios das desilusões…

No horizonte das nossas miragens
encontraremos a serenidade,
que com os sorrisos dos raios translúcidos
dos nossos anseios,
acariciam-nos em doce e inventada utopia
pelas margens floridas das ilusões.

José Carlos Moutinho


Sem comentários:

Enviar um comentário