Diversas

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Metáfora das folhas




As folhas secas, deixam-se levar na corrente do rio,
viajando no mistério do que irão encontrar,
algumas inquietas, porém, insurgem-se
e recusam a viagem, colando-se nas margens,
e, de lá, acomodadas, pensando-se mais inteligentes, olham com arrogância, as que por elas passam!
Entretanto, as que já passaram,
chegaram ao término da viagem
ao entrarem pelas portas do mar!
Todavia, o mistério ainda não acabou,
porque as folhas que tenazmente fizeram aquela viagem,
irão navegar temporariamente, na agitação das ondas,
até serem expulsas da água salgada...
e estranhamente, ou talvez não,
voltarão à terra de onde partiram!
Ficou-lhes o mérito da luta e a satisfação da aventura.
Foram corajosas heroínas!
As outras, as tais, que ficaram lá, nas margens da comodidade, ninguém mais falou delas. Foram inúteis!

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário