As gaivotas voam

SOBRALINHO

sexta-feira, 16 de março de 2018

Sonhos e ilusões

Ilusões perdem-se na espuma das nuvens,
sonhos afundam-se nas águas do mar,
a realidade toma o caminho da razão
e caminha sem parar até ao finito de um tempo
que foi destinado a cada um
de todos os seres viventes...

Porém, há os que sonham e inventam ilusões
que se pensam eternos e diferentes dos comuns,
Mas um dia...
Sempre há um determinado dia
em que as consciências se aquietam
e na serenidade de um tempo cansado
encontram a tal realidade,
que julgavam ser pertença exclusiva deles,
mas era afinal, a de todos!

Felizes serão, certamente,
os que têm a noção de que, tal como a vida,
os sonhos e as ilusões, são fumos
que se esvaem vagueantes pelos céus do infinito
e que jamais retornarão
ou talvez sim...

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário