Diversas

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Silêncios



Hoje quero abrir a caixa do silêncio
das palavras que jamais me disseste,
pois tantas vezes me deixaste suspenso,
no acreditar que alguma vez me quiseste.

Assim me entrego ao caminho da mudança,
encontrarei sorrisos de alguém que me ame,
deixarei no silêncio a tua lembrança
pelas palavras de alguém que me chame.

O orgulho e a vaidade são maus parceiros
e quando se pensa que se está garantido.
é na perda que se descobrem os verdadeiros
sentimentos e, na dor, o amor perdido.

Sei que vou mudar o sentir do meu coração
faz-se imperiosa e real essa necessidade
na mulher que se entregue com paixão
e no silêncio do amor, seremos felicidade.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário