As gaivotas voam

domingo, 31 de março de 2019

Fui e sou

Fui vendaval em tempo de acalmia
fui sol na escuridão da noite
fui tempestade em dias de bonança
fui rebeldia nas horas de inquietude!

Sou brisa em tempo de temporal
sou luar no final do entardecer
sou serenidade em dias de agitação
sou passageiro do autocarro da finitude

José Carlos Moutinho
31/3/19

Só porque é domingo


 
 
Gostava de te dizer
umas palavras, poucas,
que fossem suficientes
para ficares a saber,
embora eu pense que sabes,
mas, também, penso que possas
ter esquecido...

Quero, pois, lembrar-te
com estas três palavras
de um simples perguntar:

Lembras-te daquele domingo?

Não te lembras...
já esperava esse silêncio,
porque nem eu me lembro
desse domingo que nunca existiu
e que lembrei de o mencionar
porque, muito naturalmente,
hoje é domingo...

e...num domingo qualquer
poderia ter acontecido algo
entre tu e eu...

Só mesmo porque é domingo!

José Carlos Moutinho
31/3/19

Decreto-Lei, nº 63/85
dos direitos do autor


sábado, 30 de março de 2019

Longa viagem

sexta-feira, 29 de março de 2019

Escuta jardineiro



Escuta…
Tu, jardineiro que aí te curvas
perante a tua criação
e fazes desse ofício uma paixão,
que com carinho tratas as tuas flores
cumprindo os anseios dos teus sonhos,
contemplando cada flor com alegria,
obtendo do teu jardim a glória…

Não desesperes,
se alguma dessas flores
te agredir, picando-te,
mas não cales o grito de dor,
e solta a tua revolta
contra a ingratidão daquela flor
que não soube entender
o teu afecto e os teus anseios
de fazeres daquele pedacinho de terreno
o teu jardim, humilde sim,
mas que te proporciona esse orgulho
que brilha no teu olhar…

E aquelas flores que já plantaste
e te fizeram muito feliz
compensarão a injustiça daquelas
que te picaram,
mas que jamais o farão
se lhes arrancares os espinhos, as garras!

Não desistas, valente jardineiro
continua esse sonho
que, talvez, nunca tenhas sonhado,
mas que o tempo
serenamente te fez despertar
mostrando-te que, com tua resiliência,
poderias ser um bom jardineiro

José Carlos Moutinho
29/3/19

Decreto-Lei, nº 63/85
dos direitos do autor

terça-feira, 26 de março de 2019

Em busca do improvável

Viajei com os deuses gregos




Sou viajante infatigável…
calcorreei caminhos vermelhos,
calçadas de granítica pedra,
estradas de negro asfalto,
voei pelas nuvens como Zeus
naveguei por Tálassa pensando-me Poseidon
sonhei e fracassei ao pensar-me Dionísio,
tentei fazer-me poeta,
e de Apolo ter a arte,
sou ousadia...

Tanto já viajei
e continuarei, incansavelmente, a viajar
de coração alegre e alma feliz,
pois, como sonhador e cultuador
da luminosidade e do sol, como Hiperião
seguirei em frente, sem desejar ser Céos,
levo-me na resiliência e entendimento
de que meu caminho terá a bênção
e os braços de Éter
após a minha derradeira viagem
pelo planeta terra,
maravilhosa criação de Gaia,
seguindo os desígnios de Ananke

José Carlos Moutinho
25/3/19

Decreto-Lei, nº 63/85
dos direitos do autor