Diversas

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

A tarde em melodia





A tarde vem pousar nas minhas mãos,
enchendo-as de afagos
e o luar que não tardará a chegar,
virá cobri-las de beijos
enviados pelas estrelas cintilantes!

Abro o meu sentir aos céus,
levo-me em brisas de delicadas sensações,
elevo o pensamento para o alto,
abraçando-me a sentidas emoções,
deixo-me pairar nas nuvens,
em flutuante fascínio pela vida!

Imagino-me falcão dominador dos ares,
em busca de um amor perdido,
nas calmas margens do rio da felicidade,
que me espera de braços abertos!

No amplexo de desejos, antes reprimidos,
soltam-se suspiros em explosão agitada,
abafados pelos sons das árvores,
Que nos contemplam...
Os beijos trocados,
acarinhados pelas melodias das aves canoras,
fazem da junção dos corpos
sedentos de paixão,
uma sinfonia de quimeras,
com árias de utopia!

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário