Diversas

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Teimosia





Lembras-te de quantas vezes eu te disse
que a teimosia é um sentimento
que em nada nos favorecia?
Ai está o resultado dessa pertinácia,
tu sofres pela ausência de mim,
eu, triste, lamento a falta de ti!
Tudo podia ser tão diferente,
Bastava deixarmos navegar,
pelo mar da paixão,
as sensações em ondas de prazer
e aportar ao cais do nosso amor!

Perdemos momentos na vida,
de melancolia tantas vezes sentida,
pelo sofrimento de saudade,
onde  a nostalgia domina a vontade!

Perde o orgulho,
Vem... Com o luar,
envolve-te no seu manto de luz
cristalina de humildade!

Espero por ti, junto ao mar,
a escutar melodias das sereias,
que me falam de amor,
do teu e do meu amor,
do nosso amor que não morreu!

José Carlos Moutinho

3 comentários:

  1. Lindas palavras e maravilhoso convite, vir com o luar.
    Um grande bj

    ResponderEliminar
  2. AO POETA "Carlos Moutinho "
    Tenho sempre há mão teu livro de poemas, aqui ao lado do meu comp/ de quando em vez os leio, é minha companhia, e transcrevo-os no meu blog,
    umas vezes porque a solidão aperta, e quando alguns falam de angola mata saudades; Parabéns ao poeta! que tão bem: sabe chegar aos corações de quem os lê...!))

    ResponderEliminar
  3. O que posso eu comentar...! teus poemas que são um encanto, falam-me daquela terra que jamais esqueceremos, enquanto viver...lelos é como que uma droga que aquieta minha alma matando saudades, dos bons momentos que lá vivi...
    Abraços amigo; que essa inspiração seja enesgotavel, pelo prazer de os ler: Beso Célia Sousa

    ResponderEliminar