sábado, 29 de dezembro de 2012

Sonhos e quimeras





Quisera que o tempo se transformasse em quimera,
que o teu sorriso,
fosse flor perene do meu encantamento;
Que o brilho dos teus olhos,
fosse luz do meu caminhar!
Quisera que os teus braços,
fossem pilares do meu viver,
onde em momentos de insegurança,
eu me apoiasse em doce amplexo!

Ah...como quisera eu,
que este mundo fosse um jardim
de belos perfumes
em cores de fantasia,
e, nos murmúrios da tua voz quente,
eu me aconchegasse,
pela melodia que me fascinasse,
no deleite da minha emoção!

Mas tudo não passa de utopias,
que e a minha mente ávida de sensações
anseia encontrar
em galáxias de ilusão!

Pensar que o simples luar,
seja o manto da esperança,
que transforme os invernos da vida,
em futuros paraísos de outonos matizados,
onde os sonhos se façam reais,
no alvorecer dos dias floridos,
abraçados a novas primaveras
Em constantes  e inventadas quimeras.

José Carlos Moutinho

1 comentário:

  1. Olá! Tudo bem com você?
    Belíssimo post!

    Vou seguir seu blog, tudo bem??

    Será sempre bom passar por aqui, gosto de apreciar as coisas que você escreve e seleciona com tanto cuidado.
    É um grande prazer deixar meu comentário dizendo que adorei sua postagem!

    Que você tenha um ótimo 2013, com muita paz, amor, e que todos os seus sonhos e planos se realizem!
    Desejo tudo isso do fundo do meu coração!
    Um grande beijo
    Até mais

    ;**

    ResponderEliminar