Diversas

sábado, 5 de janeiro de 2013

Compondo ilusões





Agarro-me às plumas da brisa que me sopra,
quero voar nos sonhos das noites de luar,
e colher os murmúrios das estrelas
que me falam de ti!

Quero fazer das utopias,
realidades do meu querer,
sentir o calor do teu corpo,
no aconchego do meu pensamento!

Se o arco íris me vier visitar,
depois da tormenta da tua ausência,
pedir-lhe-ei que me ofereça as suas cores,
para pintar o vestido de cetim,
que embelezará ainda mais
o teu escultural corpo,
adornado com o carinho do meu abraço,
rematado com calor dos nossos corpos!

Podem até dizer que sou um sonhador,
mas basta-me o teu sorriso para ser feliz,
sinto-me bem assim, pensando no amor,
que me interessa o que qualquer um diz!

Porque a vida é feita de belas ilusões
que os sonhos por vezes, acordam pesadelos,
deixemos vaguear em quimeras, os corações,
façamos da alegria e felicidade os nossos modelos!

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário