Diversas

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Anseios em devaneio





Nos teus lábios que tocavam os meus
Havia um calor de vulcão
O teu abraço que me apertava
Era como lava incandescente
Que me deslizava pelo corpo
Em total agitação
Nossos corpos fundiam-se
Na tremura do desejo
Minhas mãos ansiosas
Buscam os teus seios
dunas entumecidas
acariciando-as no devaneio da emoção
que me tolda o sentir da razão
vibramos ao doce toque
da polpa dos dedos
que como pétalas
percorrem os nossos corpos
em carícias navegantes pelas tuas coxas
Aportando ao cais do teu prazer
Onde mergulhamos em total êxtase
Num ritmado vaivém de louca tesão
Onde os nossos corpos
Se perdem no frenesi
Da excitação que nos leva ao clímax

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário