sábado, 11 de maio de 2013

Momentos de desalento



Faz dos pensamentos asas soltas
voando pelos céus dos suspiros
libertando as amarras da solidão,
gritando aos ventos a revolta
do sentir dorido
por um amor sofrido
de coração desalentado
latejando num peito cansado!

Quando nas alvoradas da esperança
os cristais resplandecentes do tímido sol
lhe acariciam a alma
sorri-lhe o ego
antes confuso pela insegurança!

Bastou um simples olhar,
um abraço e um beijo
para que seu coração explodisse
num incontido desejo de entrega
e os pensamentos desalentadores
se dissipassem
entre nuvens de paixão.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário