As gaivotas voam

SOBRALINHO

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Nos braços de uma ninfa



Velejo pelas nuvens do pensamento
num sopro de vento que me sorri,
deslizo serenamente
na caricia da maresia!

Sinto-me marinheiro temerário
enfrentando perigos que o mar esconde!

Sob os raios solares
que se espelham na minha alma,
levo-me navegante em ondas de felicidade
até onde o pensamento me levar...
talvez a alguma praia de areia dourada
e despertar nos braços de uma ninfa

José Carlos Moutinho


Sem comentários:

Enviar um comentário