terça-feira, 3 de maio de 2011

Faria do brilho lunar, um manto




Olhando o sol
Nos seus raios translúcidos,
Imagino-me tecendo-te um véu,
Que te cobrisse de luz
E te tornasse ainda mais bela!
Envolvo-te nos meus braços
Com essa écharpe de carinho
E fios dourados do sol, que te agasalharia
No frio das tempestades de carência,
Nos longos invernos da minha ausência;
Se insuficiente fosse o tecido feito de sol,
Faria do brilho lunar, um manto de seda
E ternura, denso de amor
E assim não sentirias frio,
Porque ele te cobriria para sempre!
Se porventura quiseres olhar o céu
Em busca de mim…
Olha as estrelas e verás o meu olhar
Protegendo-te nos teus momentos
De insegurança, iluminando os teus caminhos!
Nada receies, estás em mim,
Mesmo que eu esteja longe,
Eu quero estar em ti.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário