quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Êxtase



Navego-me em águas quentes de paixão,
Corro-me por rios de mansidão lânguida,
Com a frescura das suas carícias
E no murmurar da correnteza,
Que entoa melodias de delírio apaixonante!

Deslizo-me pelo seu corpo,
Em afagos de movimentos arrítmicos,
Animo-me ao toque das plantas,
Que marginam este leito de prazer,
Sinto-as como as tuas mãos, amor,
Beijo-te no borbulhar delicado das águas,
Que me roçam os lábios;
Os teus braços no oscilar das ondas,
Apertam-me contra o teu peito;
Os meus cabelos molhados,
Pelos teus dedos húmidos de sensações,
Fazem-me relaxar no fascínio
Dos reflexos solares,
Sobre o espelho aquático,
Deste meu deslumbramento
E pelo chilrear sinfónico,
Das aves empoleiradas
Nas árvores que me cobrem.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário