segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Vem a mim, amor (Fado)



Porque corres tu meu amor
Se a vida já é uma corida,
vem a mim por favor,
traz tua blusa garrida
vamos dançar com vigor
e cantar, minha querida.

Rostos colados assim
sem olhar para ninguém,
teus olhos postos em mim
tuas mãos fazem-me refém
num longo abraço sem fim
com muita alegria também.

Dançemos pela sala
em volteios de paixão
a dança, que a todos cala
com profunda emoção,
numa noite de gala
ao som desta canção.

Dá-me tua mão meu amor
E olha as estrelas no céu
Olha bem o seu fulgor,
é o brilho do coração meu
que t’ilumina com ardor,
serei eternamente teu.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário