As gaivotas voam

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Reflexão


...
Quando as minhas Primaveras deixarem de florir
e os meus Outonos não mais se matizarem,
O que serei eu...
se não, uma simples folha
que esvoaça pelo infinito,
O que fui eu...
se não um átomo nesta globalidade
de encantos,
mistérios
e tantas outras coisas...

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário