quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Livro




Na vida momentos existem
De fascínio e felicidade
Se eles se insinuam e persistem,
Ao coração damos liberdade.

As palavras para o poeta,
Têm o dom do encantamento,
É a forma secreta,
Da alma ter atrevimento.

Para quem escreve com ardor
E tem um livro editado,
É como uma prova de amor,
A alguém apaixonado.

O livro é a criação do poeta,
Tal qual a mãe que dá à luz,
É uma acção que se completa
E o imenso amor traduz.

O livro é o fruto que há-porvir,
Resultado de um grande amor,
Como a mãe que irá parir,
Num misto de ternura e dor.

J.C.Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário