quarta-feira, 20 de abril de 2011

Quisera um mundo mais belo




Quisera ter no meu caminho
A beleza da ilusão imaginária,
Utópica, quimérica, mas sensitiva;
Alhear-me do mundo convulsivo,
Invejoso e vil que me cerca.
Quisera encontrar a paz do meu sentir,
Sem me preocupar com olhares descrentes,
Maldizentes e ignominiosos;
Ignorar quem não pensa, mas ofendem,
Os pervertidos deste mundo com lei,
Mas sem controlo.
Gente que num simples olhar,
Nos cobiça a nossa estrela,
Porque não têm capacidade nem vontade
De serem gente, com sentimentos;
Seres insignificantes na sua condição humana
E carácter desqualificado.
Quisera ver e sentir nos meus semelhantes
A beleza da humanidade
Na sua plenitude
Quisera um mundo mais belo
Mais puro, mais verdadeiro!

José Carlos moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário