As gaivotas voam

SOBRALINHO

domingo, 27 de outubro de 2013

Murmúrios das ondas



As ondas que se enrolam neste mar,
trazem sussurros da minh’amada,
em poemas cantados ao luar,
que me deixam a alma encantada.

No dorso do mar, o brilho do sol,
como sorriso que ela me envia,
no seu belo olhar está o meu farol,
de luz, da minha alma de poesia.

Meu amor, quanta felicidade...
que me faz voar pelo infinito,
nas asas do vento, eternidade!

Tão belo ser amado e amar,
livre de amargura e conflito
nos braços do meu amor, aportar!

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário