Diversas

sexta-feira, 20 de março de 2015

Caminhos tortuosos





Os caminhos da vida são tortuosos,
existem escombros negros de hipocrisia,
nos sorrisos da mentira…
…e flores perfumadas por belos sentimentos
de quem conosco se cruza,
no quotidiano das nossas vivências!

Pelos atalhos, crescem suspiros
de angústia ou felicidade,
e pelas suas margens,
transbordam sorrisos de enfeitiçar
e algumas gargalhadas de duvidar!

Do pó desses caminhos secos pelas infâmias,
soltam-se gritos de dores abafadas
pelas vicissitudes que o vento sopra…
…e do chão ensopado pelas lágrimas
das saudades, nascem rios de memórias!

E pelos caminhos tortuosos da vida,
caminhamos serena ou velozmente
por vales deslumbrantes,
galgando montes de desânimos,
ou descendo escarpas de ilusões,
umas vezes iluminados pelo sol da alegria,
outras, pelos luares da nostalgia,
mas sempre de coração pleno de amor
e alma solta à felicidade,
porque o futuro implacavelmente célere
já nos observa...
e o presente…
sim, este nosso presente já se esfumou.

José Carlos Moutinho.

Sem comentários:

Enviar um comentário