Diversas

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Mutações





Voavam livremente, soltos
como pétalas de sorrisos
os murmúrios que a brisa
carregava nas asas do tempo…

Inquietava-se o sol escaldante
pelos cintilantes reflexos
que se desprendiam do dorso do mar
e esvoaçavam pelo céu
indo abraçar-se às falésias 
que as horas silenciavam…

Entardecia rapidamente
no desassombro do horizonte,
que, de braços abertos, escondia o sol
e sorrindo ao matizado da mudança,
beijava o cinzento que se fazia noite…

O milagre repetia-se…
Da luz fazia-se escuridão
e esta, quase envergonhada
dava a vez a uma luz ténue azulada…
Nascia o luar de encantamentos
de feitiços e de mistérios
de amores e de paixões
de imaginações e quimeras…

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário