Diversas

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Este tempo que me inquieta





Ai…este tempo que me inquieta
e rouba as minhas emoções…
Qual a razão deste desassossego
se eu aqui à beira mar, descanso?

Ao olhar o brilho das águas
vêm à minha lembrança
outros tempos menos inquietos,
onde as minhas emoções eram livres
e eu na pujança da vida, sorria,
sorria à vida que me sorria…

Será que este tempo de agora
é também inquieto
e por isso se inquieta comigo,
ou serei eu, que nesta minha inquietude,
inquieto o próprio tempo?

Não sei responder,
nem sei se consigo pensar
vestido deste meu pensamento
em desassossego…

Sinto-me folha seca
perdida no meio dos ventos
voando aleatoriamente
em total desatino!

Gostaria de saber a razão
deste tempo que agora me envolve,
tanto desequilibra o meu sentir
e me deixa atónito e perdido
na profundeza das minhas emoções…

Talvez em algum outro tempo
eu vá encontrar as respostas
que agora faço, inquietamente…

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário