Diversas

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Poeta sou…Vi va a poesia






Muito se fala em que é ser poeta
que cada vez, eu menos entendo,
mas se há alguma maneira secreta,
ensinem-me, juro que eu aprendo.

Pensava eu que o poema brotava
do sentir profundo do poeta,
como do vulcão, brota a lava
sem poesia minh’alma se inquieta.

Inspiração é brisa que passa
suave afagando o pensamento,
teimosamente passa e repassa
que se ouve um ai de sofrimento.

Tantas vezes por muito que se tente
as palavras recusam-se a ser poesia,
fazem um finca pé tão premente
que nos fazem perder a alegria.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário