Diversas

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

O Pardal






O Pardal

     Era um pardal sem pedigree que, teimosamente esvoaçava entre os seus pares, que, vestidos com as cores dos mais belos rouxinóis o desprezavam. Mas o pardal temerário voava sem parar, cada vez mais, em voos ainda mais altos.
Um dia, todas as doutas aves se reuniram num congresso de diversas cores e raças e, condescendentes chamaram o pardal, dizendo-lhe:
--  Ouve lá ó pardal, foste insistente numa teimosia e persistência invejáveis com esse teu obstinado voar, por isso, analisámos os percursos dos teus voos e decidimos considerar-te um dos nossos.
E todas as coloridas e ilustres figuras aladas, ovacionaram o desengonçado, mas corajoso pardal.
E foi assim que o pardal feio, de asas cinzentas, foi admitido na corte dos privilegiados vertebrados endotérmicos voando alegremente em grupos fraternos, em chilreados de humildade e amizade.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário