As gaivotas voam

domingo, 8 de outubro de 2017

Um dia voltei




Um dia voltei à casa
onde eu havia guardado os meus sonhos!

Abri gavetas, só encontrei pó,
pensei ser o pó dos meus sonhos perdidos
no tempo da minha ausência,
olhei serenamente tudo em meu redor
e encontrei tanto de mim
reflectido nas paredes amarelecidas
pelas horas cansadas de sua viagem!

Pelos caminhos encontrei momentos vividos,
senti as gargalhadas dos amigos
no muro da curva do atalho!

Ainda lá estava a imagem dela,
onde o nosso abraço apaixonado
se fossilizou naquelas pedras,
mais à frente no fim do atalho,
sob a mulembeira,
vi, como se tivesse acontecido naquele momento,
a imagem estampada, perene, no tronco,
dos nossos juvenis rostos colados
pelo nosso primeiro e delicioso beijo!

Um dia voltei à casa dos meus sonhos
e revivi com felicidade, sofri com saudade
todos os momentos
que eu havia guardado
bem aconchegados dentro do meu peito

José Carlos Moutinho


Sem comentários:

Enviar um comentário