As gaivotas voam

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Ai, eu...


Escutei o cantar do rio da vida
ao caminhar pela margem da emoção
num caudal de felicidade sentida
que deslizava suave no meu coração

Ai, eu que nem sou marinheiro
gosto de, silenciosamente, navegar
nas ondas da ilusão, tal timoneiro
na canoa da quimera a caminho do mar

José Carlos Moutinho
29/11/18

Decreto-Lei, nº 63/85
dos direitos do autor

Sem comentários:

Enviar um comentário