Diversas

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

O tal paraíso



Dispo-me deste corpo metafísico,
Voo pelos céus infinitos,
Viajo por lugares de beleza exuberante,
Caminhos emoldurados por belíssimas flores,
Vejo planícies e vales de um verde fascinante,
Um rio que corre mansamente,
Lá em baixo no leito do vale,
Ladeado por frondosas e belas árvores,
Milhares de borboletas, que esvoaçam
Desengonçadas e encantadoras,
Batendo as suas asas multicoloridas,
Tal caleidoscópio,
Que deslumbram,
Vislumbro pequenos animais,
Pastando pachorrentamente,
Pergunto-me que lugar é este,
Será o tal paraíso?
Sinto uma tranquilidade infinita,
Uma doce serenidade,
E um total relaxamento,
É com certeza o paraíso.
Acordei!

J.C.Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário