Diversas

segunda-feira, 14 de março de 2011

Em busca de algo




Desperto do desalinho dos sonhos,
Dispo-me dos tristes pensamentos,
Deixo-me levar na doce ilusão,
Do viver com prazer e paixão.
Embrenho-me na penumbra do vazio,
Procuro o desconhecido,
E voo como ave migratória,
Na busca de paisagens imaginárias.
Quero desfrutar do esquecer
De estar aqui, ali e acolá,
Sem regras, nem tempos,
Ou com todo o tempo,
Para sentir a vida palpitar,
Como o coração
Dentro do peito,
De quem ama.                                       
Quero sentir a liberdade,
De gritar ao mundo,
Que estamos errados,
Por esquecemos de ser felizes;
Basta querermos
E dizer que a todos,
Que só queremos amar,
Viva o amor!

José Carlos Moutinho


Sem comentários:

Enviar um comentário