terça-feira, 28 de junho de 2011

Lágrimas de felicidade




Molhas-me o rosto com as tuas lágrimas,
Como chuva fria, no inverno sem esperança;
Encostas a tua cabeça no meu peito
E choras suavemente,
É de alegria ou tristeza?
Será certamente de felicidade,
Pois até a noite está do nosso lado!
Amor, sossega e repara no luar
Que nos quer abraçar;
Sente o toque da sua luz, nos teus lábios
Como se fosse o meu beijo;
Deixa-te envolver no brilho das estrelas,
Funde o teu corpo no meu
E vamos em êxtase, voar
Num galope desenfreado,
No dorso de um cavalo alado
E vaguemos no infinito,
Agarrados, num abraço de paixão;
Descansemos no horizonte dos sonhos                                          
E sonhemos,
Que vivemos um grande amor.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário